sexta-feira

13 Técnicas para curar soluços

Photobucket

Os soluços são pouco mais do que um reflexo. Você os têm quando o nervo vago ou uma de suas ramificações, que vai do cérebro para o abdômen, fica irritado(a). Os especialistas dizem que os soluços são, mais freqüentemente, uma reação a distúrbios digestivos comuns. E são, geralmente, mais um incômodo do que qualquer outra coisa. Até mesmo os bebês soluçam e o reflexo continua, cerca de três a cinco vezes ao ano, durante toda a vida.

Acredita-se que as curas caseiras utilizadas para fazer com que os soluços parem funcionem com base em dois princípios. Uma maneira de conter os soluços é encher o nervo vago com uma outra sensação. O nervo vago envia sinais ao cérebro dizendo que surgiram questões mais importantes, de forma que é chegada a hora de acabar com os soluços. Outros métodos interferem na respiração, aumentando a quantidade de dióxido de carbono no sangue. Isso, provavelmente, faz com que o corpo fique mais preocupado em se livrar do dióxido de carbono do que criar soluços.

Eis aqui algumas curas testadas e aprovadas para soluços, de ambos os "lados".

1. Adoce os soluços. Sobrecarregar as extremidades do nervo na boca com uma sensação doce pode dar conta do recado. Pegue uma colher de chá cheia de açúcar e, se conseguir, coloque o açúcar na parte de trás da língua, onde o gosto "azedo" é sentido. Desta forma, a sobrecarga de açúcar fará o maior impacto.

2. Faça "ouvidos malucos." Alguns médicos recomendam que se coloque os dedos nos ouvidos para fazer com que parem os soluços. As ramificações do nervo vago também se estendem até o sistema auditivo e, ao estimular as extremidades do nervo lá, o nervo vago entra em ação. Entretanto, seja gentil e nao enfie seus dedos muito a fundo em seus ouvidos.

3. Fique inocentemente distraído. Fazer com que alguém o surpreenda pode inundar o nervo vago com sensações e colocar um ponto final nos soluços.

4. Beba água. Engolir água interrompe o ciclo de soluços, o que pode aquietar os nervos. Fazer gargarejos com água também pode ter o mesmo efeito.

5. Puxe sua língua para a frente. Esticar a língua e puxá-la com força pode fazer com que parem os soluços.

6. Faça cócegas nela. Fazer cócegas no palato mole do céu da boca com um cotonete pode dar conta do recado. Ou, se você for do tipo que gosta de sentir cócegas, faça com que alguém encontre seus pontos sensíveis a cócegas.

7. Prenda sua respiração. Segure seu nariz e feche sua boca - do modo como você faria quando estivesse pronto para pular em uma psicina – durante tanto tempo quanto puder ou até que sinta que os soluços se foram.

8. Coloque aqueles soluços em um saco. Acredita-se que a antiga técnica de emergência de respirar em um saco de papel funcione com base no mesmo princípio do método de prender a respiração. Ambos aumentam a quantidade de dióxido de carbono na corrente sangüínea e o corpo fica preocupado em se livrar deste e esquece dos soluços.

9. Tome um antiácido. Este método pode ser muito mais eficaz se você escolher um que contenha magnésio, visto que o mineral tende a diminuir a irritação e aquietar os nervos. Um ou dois comprimidos devem dar cabo dos soluços.

10. Coma mais devagar. Se você come rapidamente, provavelmente não está mastigando completamente a comida, o que parece causar soluços. E alimentação ingerida de forma acelerada faz com que o ar fique preso entre pedaços de alimentos, o que pode desencadear a ação do nervo vago. Mastigue deliberadamente e beba goles menores para manter sua ingestão de ar em um nível mínimo.

11. Não coma feito um leão. Sobrecarregar o estômago com alimentos é uma outra causa de soluços. Alguns especialistas defendem a teoria de que os soluços são o modo que seu corpo encontra de dizer a você que pare de comer, de modo que seu sistema digestivo tenha tempo de processar todo o alimento que você forçou a seguir goela abaixo.

12. Evite alimentos condimentados. Alguns condimentos podem irritar o revestimento do esôfago e do estômago. Ao mesmo tempo, eles também podem fazer com que o ácido do estômago vaze para dentro do esôfago. O ácido extra pode causar soluços.

13. Beba com moderação. Tal como os condimentos, bebidas alcólicas podem causar uma irritação simultânea do esôfago e do estômago. E, com o passar do tempo, beber excessivamente pode danificar o revestimento dos tubos de alimentação. Festas, daquelas que vão alguns estudantes de faculdade, nas quais as pessoas são às vezes desafiadas a consumir uma grande quantidade de álcool, o mais rápido possível, podem levar à ingestão aguda. O sistema digestivo não apenas fica irritado com o álcool, mas grandes goles deste fazem com que o esôfago se expanda rapidamente, resultando em soluços.

Quando você não consegue fazer com que os soluços parem

Em casos raros, soluços crônicos podem ser um sintoma de um problema de saúde mais grave. As possiblidades incluem infecção; insuficiência renal (do rim); doença hepática; câncer, inclusive câncer de pulmão; problemas do sistema nervoso ou abdominais, tais como úlceras e, até mesmo, ataques cardíacos. Virtualmente, qualquer coisa que afete a cabeça, o peito ou o abdômen pode estar implicada.

Um acesso comum de soluços geralmente não dura mais do que uma hora e os soluços ocorrem em um intervalo rítmico de, aproximadamente, 30 segundos. É hora de ir ao consultório médico se os soluços continuarem a aparecer com freqüência durante mais de uma hora, ou doze horas ou mais, se fizerem com que você fique acordado à noite ou caso não respondam às formas de cura caseiras.

Em alguns casos, um médico prescreverá antiácidos ou um sedativo para ajudar a acalmar o sistema digestivo. E, nos casos de crise de soluços grave, que não páram, pode-se realizar cirurgia para cortar a ligação do nervo frênico para o diafragma, de modo a fazer com que os espasmos parem.

"HowStuffWorks - 13 técnicas para curar soluços". Publicado em 08 de setembro de 2005 (atualizado em 13 de novembro de 2007) http://saude.hsw.uol.com.br/13-tecnicas-para-curar-soluco.htm

13 comentários:

* Fada * disse...

*Boas informações !!!


*Obrigada !!!

*Qual é o teu nome ?!

*Ótimo final de semana !

*Um abraço.

jotabe disse...

Cara, muitas destas técnicas ja conhecia, talvez até tenha tentado algumas, apesar que dificilmente tenho soluços, entretanto na verdade nem sei como comecei e nem como parei de soluçar. Não acredito que todos tenha efeitos de verdade.

Cris disse...

Uso a técnica de prender a respiração, sempre dá certo. Percebi também que só tenho soluço quando como depressa, mas não sabia que também podia ser uma patologia. Sucesso.

Serena Flor disse...

Uso muito a técnica de prender a respiração. Sempre dá certo!

Sol minha querida,
tem uns selos pro teu blog. Fique à vontade para aceitá-los ou não e caso queira, pegue quantos quiser. Beijos.

PS: Os selinhos estão na barra lateral do meu blog ok?

Valter Montani disse...

Olá minha querida, tudo bem?

Eu fiz alguns Selos para os Blogs amigos e parceiros, estão no link abaixo, esteja a vontade para aceitar ou não, mas não deixe de dar uma olhada, bjs e boa semana.

http://valterpoeta.blogspot.com/2009/01/meus-presentes-para-seu-blog.html

Edilza disse...

Olá! Tem um Prêmio em meu blog para você! Passa lá e confere!

brasildobem disse...

Oi Sol, adorei saber um pouco mais sobre os soluças. Passe lá no Brasil do Bem e pegue um selo pra vc. Bjs.
Janeisa

Edilson disse...

coloquei o açucar na parte de tras da lingua e deu certo apesar de ter me engasgado mas tudo bem o importante é que o soluço foi embora, obrigado pela dica.

ELIZ disse...

Muito interessante as informações, mas eu estou preocupada pois fumo a anos, e de um tempo pra ca me da soluço quase sempre q fumo, será q pode ser algo grave como câncer de pulmão ou algo desse tipo? Fiquei preocupada... mas valeu pelas dicas. Abraço!

Anônimo disse...

Meu as Xs eu tenho crises de soluços, uma delas durou 3 dias,quase morri, ótimas essas dicas , mas em especial a do açucar....passou na hora ...já tinha tomado uns 5 lts de agua e nada ...PARABENS>>e Muito obrigado.

Anônimo disse...

(1) Turismo terá sempre um impacto sobre os locais visitados. Às vezes, o impacto é bom, mas muitas vezes é negativa. Por exemplo, se muitas pessoas visitam um lugar, então isso pode danificar o meio ambiente. A questão é - como podemos minimizar os problemas sem impedir as pessoas de viajar e visitar lugares?

(2) O objetivo principal do ecoturismo é reduzir o impacto negativo que o turismo tem no meio ambiente e as populações locais. A idéia é incentivar os turistas a pensar sobre o que eles fazem quando visitam um lugar.

(3) É muito bom falar de proteger o meio ambiente, mas como você realmente fazer isso? Há um certo número de pontos importantes. Turistas não deve cair da maca, eles devem ficar sobre os caminhos, eles não devem interferir com a vida selvagem e eles swhould respeitar os costumes e tradições locais.

(4) Algumas pessoas vêem o ecoturismo como uma contradição. Eles dizem que qualquer turismo precisa de infraestrutura - estradas, aeroportos e hotéis. Os mais turistas que visitam um lugar, o mais destes são necessários e, através da construção de mais um desses, você não pode evitar danos ao meio ambiente.

(5) Mas, é claro, as coisas não são tão preto e branco. Vivendo em um lugar de beleza natural não significa que você shound't beneficiar de coisas como estradas melhores. Enquanto as melhorias beneficiam a população local e não apenas os turistas e as comunidades locais são consultados sobre os planos e mudanças, então há realmente um problema?

(6) Em 2002, as Nações Unidade comemorado o "Ano Internacional do Ecoturismo". Nos últimos 20 anos, mais e mais pessoas começaram a tomar eco-férias. Em países como a Equador, Nepal, Costa Rica e Quênia, o ecoturismo representa uma proporção significativa da indústria do turismo.
EM INGLES
(1) Tourism will always have an impact on the places visited. Sometimes the impact is good, but often it's negative. For example, if lots of people visit one place, then this can damage the environment. The question is - how can we minimize the problems without preventing people from travelling and visiting places?

(2) The main aim of ecotourism is to reduce the negative impact that tourism has on the environment and local people. The idea is to encourage tourists to think about what they do when they visit a place.

(3) It's great to talk about protecting the environment, but how do you actually do this? There are a number of key points. Tourists shouldn't drop litter, they should stay on the paths, they shouldn't interfere with wildlife and they swhould respect local customs and traditions.

(4) Some people see ecotourism as a contradiction. They say that any tourism needs infrastructure - roads, airports and hotels. The more tourists that visit a place, the more of these are needed and, by building more of these, you can't avoid damaging the environment.

(5) But, of course, things aren't so black and white. Living in a place of natural beauty doesn't mean that you shound't benefit from things like better roads. As long as the improvements benefit the local people and not just the tourists, and the local communities are consulted on plans and changes, then is there really a problem?

(6) In 2002 the Unit Nations celebrated the 'international Year of Ecotourism'. Over the past twenty years, more and more people have started taking eco-holidays. In countries such a Ecuador, Nepal, Costa Rica and Kenya, ecotourism represents a significant proportion of the tourist industry.

bsmbrasil disse...

BOM POST!

SOS do Amor disse...

A técnica funciona mesmo basta prender a respiração e executar.

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios