sexta-feira

COMO APRENDER MAIS DEPRESSA

Quero apresentar para vocês os primeiros passos para aprender qualquer coisa cinco vezes mais depressa, melhor e com mais facilidade. Antes é importante deixar claro que o melhor estado mental para aprender mais depressa é o estado Alfa ou estado de Vigília Relaxada na qual seu cérebro está operando numa frequência entre 7 e 12 ciclos por segundo. Este estado pode ser sentido quando você está acordando ou quando está quase pegando no sono. Também pode ser induzido através de música clássica barroca como as que foram compostas pelos seguintes autores: Arcangelo Corelli, Antonio Vivaldi, Johann Segastian Bach e Frederic Handel. Para aprender mais depressa pense, sinta e aja como osLeia tudo...

    esportistas:

    Todos os praticantes de esportes tem sonhos.

    Todos tem metas e as dividem em etapas alcançáveis.

    Todos combinam pensamentos, palavras e ações.

    Todos tem visão ou seja, visualizam suas metas.

    Todos tem paixão.

    Todos tem um Treinador Pessoal, um guia, um orientador entusiasta, um motivador.

    Todos tem uma atitude positiva com relação aos erros cometidos.

    Todos atingem as metas através de ações.

    Os outros passos importântes para aprender mais depressa são:

    Ter uma pespectiva com visão global do assunto a ser estudado.

    Ter mais perguntas do que respostas.

    Procurar o princípio fundamental de tudo o que vá aprender.

    Procurar os três melhores livros escritos por realizadores práticos.

    Usar técnicas para ler mais rápido e com maior compreenção; leitura de pesquisador.

    Reforçar tudo com imagens e sons.

    Aprender fazendo.

    Não fazer anotações lineares mas aprender a desenhar Mapas Mentais.

    Praticar a Vigília Relaxada.

    Usar mecanismos de associação e projeção de memória.

    Fazer cursos de Aprendizagem Acelerada.

    Divirtir-se, jogar e bincar mentalmente com o que está aprendendo.

    Ensinar os outros.

    Para aprender mais depressa é preciso praticar. Se estiver aprendendo lingua estrangeira, leia, ouça músicas, diálogo em filmes; e tenha interesse pela cultura do país de origem da lingua. Se estiver aprendendo computação use-os para tudo. Se quiser aprender oratória fale em público e esclareça assuntos. Se quiser aprender a escrever para se tornar escritor; escreva o tempo todo, e quando não conseguir criar, copie outros autores. Se quiser ser barmam misture bebidas e invente coquetéis. Isto é tão obvio quanto dizer que só se aprende a surfar, surfando.

    Esteja sempre revendo o que já estudou. Pense sobre o assunto todo o tempo, lendo, ouvindo e vendo tudo que seja pertinente.

    Ensine estas técnicas para outras pessoas. Não seja egoista guardando somente para você. O mundo só melhora quanto todos melhoram.

    Precisamos formar uma rede poderosa que possa provocar modificações radicais neste mundo. Precisamos destruir os elementos-chave do pensamento que gerou esta nossa visão competitiva e consumista de sociedade. Precisamos mudar o paradigma que gerou este estado de coisas. Precisamos criar condições para uma maior sociabilidade e sustentabilidade no planeta. Precisamos estudar o futuro e criar uma gestão nunca vista para este terceiro milênio. Precisamos ser mais humanos.

    Fonte: Blog Aprendendo a Aprender com o Professor Sampáio

2 comentários:

Perfume de Afrodite disse...

Muito bom! Essa visão é bem interessante no que diz respeito a aprender e, não custa tentar, afinal, tudo pode dar certo, não é? Eu até tenho um CD do Bach em casa. Bom final de semana, Sol! Seu blog é muito legal!

Wallace Oliveira disse...

Muito bacana a dica! Muitos tem que por em pratica.

Abraços

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios